Introdução aos mercados financeiros

Lesson 1 of 10

O que é a negociação financeira?

Introdução

À primeira vista, a negociação financeira pode parecer algo confuso. É provável que já tenhas ouvido muito jargão sobre o tema e algumas palavras facilmente já reconheces, como Taxa de Juro, Broker, Commodity ou Dividendo, bem como outras que poderás nunca ter ouvido antes, como Long strangle, EBITDA ou nuvem ichimoku.

No entanto, por detrás de toda a terminologia, há um princípio fundamental que sustenta a negociação financeira: a previsão da subida ou descida do preço de algo. Se tomares as decisões certas, poderás obter grandes lucros. No entanto, se tomares as decisões erradas, poderás perder muito dinheiro.

É aí que entramos. A finalidade da nossa Trading Academy é dar-te formação em negociação financeira a partir dos princípios base. Quanto mais informação tiveres, menor a probabilidade de cometer erros dispendiosos. O nosso objetivo é fornecer-te todo o conhecimento de que precisas para começares a tomar decisões informadas de trading.

Vamos abordar o quê, quando e como podes negociar. Vamos ensinar-te como encontrar oportunidades de trading, vamos examinar como gerir o teu risco, vamos analisar as técnicas usadas pelos profissionais para obterem uma rentabilidade consistente e muito mais.

No entanto, antes de o fazermos, vamos responder à pergunta fundamental da negociação financeira. O que é exatamente?

O que é a negociação financeira?

Explicada de forma simples, a negociação financeira é a compra e a venda de instrumentos financeiros. Estes instrumentos podem assumir variadas formas, mas as principais categorias incluem:

  • Ações – pequenas unidades de propriedade numa empresa, como a Apple, a Google ou a HSBC.
  • Índices – o valor de um grupo de empresas, representado como um número único (por exemplo, FTSE 100, S&P 500, Nikei 225).
  • Forex – moedas globais, incluindo a libra esterlina, o dólar e o euro.
  • Commodities – ativos físicos, matérias-primas e produtos agrícolas (por exemplo, o ouro, o petróleo, o milho).

Tanto as pessoas como as empresas negoceiam frequentemente instrumentos financeiros porque precisam dos ativos para uso próprio ou para os seus negócios. Por exemplo, caso queiras viajar da Europa para os EUA e queiras trocar euros em dólares. Para o fazeres, participarias no mercado Forex.

Ou ainda, um fabricante de computadores portáteis que possa precisar de uma grande quantidade de alumínio para produzir componentes para os seus computadores. Ao comprar o metal, a empresa estaria a participar no mercado de commodities.

No entanto, na maioria das vezes, os operadores financeiros não precisam dos ativos. Estão simplesmente a tentar lucrar com a flutuação do preço do ativo, como ao comprar a um preço baixo e vender quando o preço está alto.

O que são os mercados financeiros?

Tal como qualquer outra forma de mercado, os mercados financeiros são os mercados em que os compradores e os vendedores negoceiam. Muitas vezes, são locais físicos onde os operadores se encontram para permutar um determinado tipo de ativo como, por exemplo:

  • Ações na London Stock Exchange (LSE)
  • Commodities na Chicago Mercantile Exchange (CME)

No entanto, podem também tratar-se de sistemas eletrónicos, tais como:

  • A bolsa de valores NASDAQ
  • O mercado Forex (essencialmente, uma rede de grandes bancos e fornecedores de moeda)

Vamos analisar os diferentes tipos de mercado em maior detalhe mais à frente neste curso.

Os mercados financeiros permitem aos operadores trocar ativos com rapidez e facilidade, porque todos os compradores e vendedores estão no mesmo local. Por vezes, literalmente, eletronicamente ou em ambas as situações.

Também tendem a seguir regras e regulamentos muito exigentes, o que ajuda a reduzir os casos de fraude e atividades ilegais. Por exemplo, se quisesses comprar algodão num mercado de Commodities regulado, poderias comprá-lo sem ter de o inspecionar, com a segurança de que teria passado por uma série de controlos de qualidade antes de chegar até ti.

Did you know?

Apesar da quantidade e variedade de mercados financeiros, quando as pessoas se referem ao “mercado”, estão normalmente a falar do valor das Ações. Se o mercado "subiu", isto significa que a média das Ações está a ter um bom desempenho. Esta situação ocorre porque a negociação de Ações é o método mais conhecido e compreendido de participar nos mercados financeiros.

Lesson summary

  • A negociação financeira é a compra e venda de instrumentos financeiros.
  • Existem vários tipos de ativos financeiros, incluindo Ações, Índices, Forex e Commodities.
  • Na maioria das vezes, os operadores não querem nem precisam dos ativos. Negoceiam para obter lucro.
  • Os mercados financeiros são os mercados em que os compradores e os vendedores negoceiam.
  • Os mercados são regulados para reduzir os casos de fraude, manter os custos de transação baixos e melhorar a eficiência.
Lesson complete